O mês de agosto é o mês das campanhas contra a raiva canina.

Entretanto, não é preciso aguardar as campanhas de vacinação para vacinar seu cachorro contra essa terrível doença.

A vacina pode (e deve) ser realizada a qualquer momento, já que a vacina contra a raiva canina está disponível em postos de vacinação e/ou com o seu veterinário de confiança.

A raiva canina é um vírus e uma zoonose, ou seja, a transmissão é feita do animal para o homem.

O vírus pode ser transmitido através de mordidas e arranhões e na maioria dos casos, são nossos queridos cachorros e gatos que o transmitem, já que são os animais que possuem maior convívio com as pessoas.

Mas outros animais também podem transmitir o vírus, como gambás, morcegos, furões, raposas, coiotes e guaxinins, por exemplo.

Sintomas

Os primeiros sintomas são brandos, como febre, ansiedade, estresse, atitudes nervosas e aumento da salivação.

O quadro vai piorando, passando para a etapa de hiperatividade, salivação em excesso, automutilação, olhar nervoso e desorientado, paralisia e convulsões.

A única maneira de prevenção é a vacina.

Caso o seu cachorro já esteja com todas as vacinas em dia, o cuidado passa a ser deixá-lo afastado de animais infectados.

Mantenha seu cachorro vacinado e protegido. ❤️🐵

___
Por ElevenChimps